News

  • Recital Turno Integral

    Recital Turno Integral

    Alunos do Turno Integral apresentaram um recital na noite de 03 de dezembro e emocionam os presentes.

    por: Juliana Prado

    No dia 03 de dezembro, os alunos do Turno Integral apresentaram um lindo recital nas instalações do Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (IACS) e emocionaram quem esteve presente ao evento.

    Foi um momento de intensa emoção, pois os alunos puderam demonstrar os dons musicais. A combinação foi perfeita: flautas, sinos e voz.

    Entre as muitas atividades de que os pequenos do Turno participam no contraturno de suas aulas regulares.. Ali brincam, realizam as tarefas de casa e se envolvem em várias outras realizações pedagógicas. Entre elas está a musicalização infantil. O recital foi uma demonstração pedagógica do que é feito nesses momentos musicais em que cantam, aprendem flauta e formam uma bandinha rítmica Os alunos estudam e são estimulados a desenvolver habilidades de atenção, lateralidade, desenvolvem a concentração aos ritmos e põem em prática a criatividade.

    A professora de musicalização, Josi Hellen Martins de Azevedo, explica que a importância deste projeto para as crianças, acima de tudo, é a socialização. “A musicalização proporciona a socialização, pois elas aprendem a respeitar regras, valorizar o que o outro faz. Isto são valores que elas levarão para a vida”, comenta a professora.

    Confira mais fotos:https://www.flickr.com/photos/134231543@N06/albums/72157704308920445

  • Coquetel dos formandos 2018

    Coquetel dos formandos 2018

    Na noite do dia 22 de novembro, os alunos do nono ano do Ensino Fundamental e do terceiro ano do Ensino Médio se confraternizaram no coquetel dos formandos 2018

    Por: Juliana Prado

    Todo ciclo necessita de um fim. E, em 2018, não foi diferente. Para os alunos do nono ano do Ensino Fundamental e para os do terceiro ano do Ensino Médio, uma etapa se finda e outra se inicia. E, para relembrar os melhores momentos passados juntos, agradecer aos professores, e de uma certa forma, despedirem-se uns dos outros, o Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (IACS) ofereceu a eles, na noite do dia 22 de novembro, um coquetel.

    Um misto de emoções foi vivenciado pelos alunos. A alegria e a tristeza se tornam sentimentos confrontantes e com um futuro incerto à frente, vem também “aquele frio na barriga”, como afirmou a formanda do nono ano, Jhosileen Francini Linden: “Estar aqui nesta noite é um misto de sentimentos, mas poder estar com meus amigos a torna mais especial pelo ciclo que se encerra. Estou ansiosa para entrar no Ensino Médio”.

    A aluna do terceiro ano do Ensino Médio, Eduarda Rodrigues da Silva, residente no IACS há dois anos, iniciará em 2019 o curso de Odontologia na Faculdade Adventista da Bahia (FADBA), e explica que passar este período no IACS contribuiu para vários fatores de sua vida acadêmica, pessoal e espiritual. “O IACS me ensinou muito em vários aspectos da minha vida. Sem dúvidas, vamos sentir muitas saudades dos momentos que passamos aqui”.

    Emerson Lemões Motta, Diretor Acadêmico da Instituição, explanou que este coquetel foi a coroação que encerra um ciclo. Para o professor, esse momento foi importante, pois foi um rito de passagem. “Para quem fica, a expectativa de iniciar o Ensino Médio; para quem se vai, a expectativa da Faculdade. Realmente, um momento de coroação!

  • Ler, pra quê?

    Ler, pra quê?

     

    Por: Vanderlei Ricken

    Quando era adolescente, eu gostava de visitar cemitérios. Parece um costume mórbido, mas o que me atraía eram as histórias que estavam por detrás das datas de nascimento e de falecimento. Quando se vê uma lápide com um ano de nascimento, um traço e um ano de falecimento, assim (1945-1999). Pode-se extrair algumas informações, como a longevidade das gerações passadas, etc.
    Mas o que me intrigava era o traço. O traço representa toda uma vida. Alegrias e tristezas, encontros e desencontros, aventuras e desventuras. Quantas experiências? Quanta sabedoria? Quanta vivência?
    Eu almejava criar uma máquina, uma tecnologia que pudesse ser capaz de extrair as informações contidas naquele simples traço. Quantas experiências ali reduzidas a zero, a um traço.
    Mas pensando melhor, existe essa tecnologia, existe um local em que o traço é, mesmo que de forma limitada, aberto à visitação e ao escrutínio. A biblioteca é o local com inúmeras frações de vidas e o livro, o “arquivo” revelador de uma vida.
    Como é bom conversar com alguém experiente, ou com um professor de uma das áreas do conhecimento, ou quem sabe, com um grande contador de histórias, quem sabe com um poeta ou declamador. Difícil encontrar essas pessoas disponíveis na hora que também estamos disponíveis e desejosos… Os livros na biblioteca são esses “seres” que amaríamos poder conhecê-los pessoalmente, mas muitos deles hoje são apenas um traço numa lápide. Porém, os livros deixados permanecem tão vivos como quando foram impressos.
    Quando olhamos os livros dessa forma, como “arquivos” contendo histórias de vida, experiências passadas, conhecimento puro e aplicado, poesias inspiradas e tocantes, contos e causos, vidas descritas e reveladas, passamos a valorizá-los mais e escolhemos um local especial para cada um deles.
    É muito bom assistir a um filme na Netflix, mas quando aprendemos e acostumamos a rodar o filme na nossa própria mente, como resultado daquilo que estamos lendo num livro, o resultado é muito mais espetacular.
    Livro é a tecnologia que se tivesse sido inventada nos nossos dias, suplantaria com folga a todas as demais da atualidade. Ela seria vista como o boom da civilização contemporânea. Alguns hoje, podem até desprezar o livro e a escrita, mas eles revolucionaram o mundo quando surgiram, a tal ponto que a história só é história depois da escrita, antes dela, é apenas, pré-história.
    O livro continua hoje tão atual e tão importante como sempre foi. Imbatível pela própria natureza. E cada vez mais acessível aos que dominam a ciência misteriosa de interpretar os signos que formam palavras, frases, parágrafos, artigos, capítulos, livros, volumes, coleções, bibliotecas.
    A leitura na atualidade é fundamental para que se tenha uma vida mais feliz, mais segura, mais cidadã, mais humana, através da leitura estimulamos nosso cérebro, viajamos no tempo, exercitamos as memórias. Experimente ler um livro hoje!

    Vanderlei Ricken, é colaborador em artigos, bibliotecário do IACS desde 2007, graduado em Biblioteconomia (UFSC), especialista em Gestão de Bibliotecas Escolares (UFSC), autor de “Arte da pesquisa” (2012), “Uma pedrinha branca” (2017) e organizador do “Meditando com a família IACS 90 anos” (2018).

  • Internato Adventista comemora 90 anos de existência

    Internato Adventista comemora 90 anos de existência

    Internato Adventista comemora 90 anos de existência

     

    Localizado no Rio Grande do Sul, um dos internatos  mais antigos do Brasil, o IACS,  celebrou 90 anos de existência com muita música, convidados especiais e inauguração de novos prédios.

     

    Por: Juliana Prado

     

    Considerado o internato mais antigo da região sul do Brasil, o Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (IACS), localizado na cidade Taquara, foi fundado em 14 de novembro de 1928, pelo missionário americano Abraham Harder.   No último fim de semana 2 a 4 de novembro, a instituição abriu suas portas a mais de cinco mil pessoas entre  ex- alunos,  líderes da Igreja Adventista do Sétimo Dia e os diretores que passaram por ali ao longo dos anos, para juntos celebrarem os 90 anos de existência do IACS.

    Para a ocasião  especial, muitas atrações  musicais foram apresentadas como  o Quarteto Arautos do Rei, o pastor e cantor americano Wintley Phipps que já cantou para vários presidentes americanos como Jimmy Carter, George Herbert  Busch, Bill Clinton e Barack Obama.  O Coral dos Adolescentes  do IACS lançou o seu  mais novo trabalho, o  DVD “Casa da Esperança.”

    Com quase um século de histórias, quem esteve no IACS, durante os dias de comemoração pode recordar lembranças de  um passado que influencia até hoje milhares de vidas. Dois netos dos pioneiros fundadores, Elmer e Harley e suas famílias estiveram presentes, prestigiando o evento. Eles lembraram a enorme dedicação e os propósitos de seus avós. “Estar nesta celebração é emocionante, por tudo que nossos avós vivenciaram aqui, houve muitas demonstrações de cuidado de Deus nesse lugar” explica Elmer.

     

    O maestro Waldemar Wensell, também se fez presente para comemorar além dos 90 anos da

    instituição, os 50 anos do Hino do IACS, cuja  música é composição sua.

     

    O  tradicional reencontro de ex-alunos recriou, em especial, o ambiente de amizade, sempre muito presente entre os que aqui estudaram.  Entre as realizações do IACS em 2018, está  a reinauguração da igreja, que passou por extensas reformas, depois de ter sido atingida por um tornado em 2015. Além disto, o colégio agora possui, também um centro específico para grandes eventos e competições esportivas, o Centro de Eventos Aparecida Macedo, uma homenagem a professora Aparecida,  que está na instituição há 56 anos.

     

    Porém o ponto central desta celebração foi a inauguração do Instituto de Missões. O IACS é conhecido por formar líderes com o coração na obra e a criação de um pólo que incentiva o voluntariado de estudantes em missões transculturais ao redor do mundo faz parte de um processo voltado às novas gerações de jovens adventistas. A iniciativa contribui para ressaltar o senso de missão nos alunos e servidores como afirma pastor Elbert Kuhn que estudou no IACS e enraizou a missão no coração, tendo experiência  hoje no Servico voluntário adventista: “Ações missionárias são uma tendência para essa geração, no qual vemos jovens com muita energia que consegue fazer uma conexão com aquilo que nós cremos e uma sociedade em busca de esperança”, conclui.

    Para acessar os álbuns de fotos clique aqui.

  • Noite dos Autógrafos

    Noite dos Autógrafos

    Noite dos autógrafos 2018

    Com o intuito de incentivar o gosto pela leitura desde a infância, o Instituto Adventista Cruzeiro do Sul- IACS promoveu, na noite da última quinta-feira (25), uma noite de autógrafos para os pais de alunos e convidados. O evento encerrou o projeto educacional desenvolvido em sala de aula para as turmas do segundo ano do ensino fundamental, que consistia em escrever um livro e ilustrações.

    Durante todo o ano, as turmas trabalharam com três temas: Super-Herói, Alimentação Saudável e Famílias.

    Fazendo uma alusão a Deus, o livro “Um herói na terra” foi coordenado pela professora Ana Cristina Souza. A ideia foi concentrar algumas histórias com os principais milagres de Jesus. Cada família escolheu uma história e realizaram um momento especial, primeiro em casa e depois transmitiram aos colegas em uma visita à sala de aula. Esse projeto proporcionou momentos de valorização dos princípios morais. Em cada história era destacado a atuação de Jesus como o verdadeiro herói.

    O projeto “A arte de se alimentar bem”, coordenado pela professora Priscila Mariano de Oliveira, teve como proposta a relatar a importância de uma alimentação saudável. Ao longo do ano, os alunos fizeram muitas atividades lúdicas e educativas relacionadas ao tema. Trabalharam com o cultivo de alimentos através do plantio de hortaliças e frutas na fazendinha da escola. Em casa, cultivaram uma hortinha em recipientes reciclados. Os alunos também tiveram aulas práticas no restaurante da escola e prepararam receitas com a família e com a professora.

    E, por fim, o projeto “Minha família nas mãos de Deus” desenvolveu a proposta de resgatar a essência da importância da família na vida de uma criança. As atividades se basearam na visitação dos pais à sala de aula, piquenique e visitas na casa da professora Andressa Motta.

    Para o Diretor Acadêmico, Emerson Lemões Motta, a Noite de Autógrafos coroa o projeto que aprimora nas crianças o gosto pela leitura, uma vez que tiveram parte ativa na produção e enfatiza: “A importância desse projeto é coroar a alfabetização das crianças de uma forma que eles não irão se esquecer”.

    O Diretor Geral do IACS, João Cesi reitera: “A Noite de Autógrafos da nossa escola foi um evento que veio concretizar o trabalho realizado no decorrer do ano para a aprimorar as habilidades de leitura escrita e comunicação”.

     

     

  • IACS abaixo de zero

    IACS abaixo de zero

    IACS abaixo de zero

    Festa da Amizade 2018, teve como tema: IACS abaixo de zero, o evento foi realizado no  parque temático Snowland, com temperaturas entre -5°C e -3 °C, o frio garantiu muita diversão aos alunos internos.

    Por: Juliana Prado

    A festa da Amizade é um dos eventos mais aguardados pelos alunos que residem no Instituto Adventista Cruzeiro do Sul – IACS. Neste ano a proposta foi IACS abaixo de zero. E o evento foi realizado no dia 17 de outubro na Snowland, único parque de neve do Brasil, localizado no município de Gramado, na Serra Gaúcha. Com temperaturas entre -5°C e -3 °C, os alunos puderam se divertir na neve, assistir a uma apresentação de patinação no gelo, se animaram com a peça teatral Flokus: Em Busca da Neve Espetáculo lúdico que conta a história do segredo Snowland guardado pelos Guardiões da Neve, se divertiram nos tubing e comemoram num encerramento com um jantar e desfile de fantasias.

    O diretor interno Willian Branga afirma que a festa da amizade é um marco para os alunos residentes quem passam pelo IACS. “Essa festa é tradição no internato, é um marco para vida dos alunos internos”, afirma Willian.

    Os alunos do primeiro ano, se empolgaram ao saber que poderão desfrutar desses momentos entre amigos mais dois anos. Para Douglas Weiss, aluno do primeiro ano do ensino médio e  vencedor da melhor fantasia que foi caracterizado de Gelado, personagem de uma animação, explica que essa festa foi marcante e muito divertida. “Foi muito divertido a festa da amizade, vamos levar cada momento entre amigos na memória” explica Douglas.

    Para os alunos do terceiro ano do ensino médio que se despedem do IACS, foi um momento marcante de despedidas entre amigos e encerramento de um ciclo.

     

    Clique aqui para ver mais fotos

     

  • Recital do Gaúcho

    Recital do Gaúcho

    Recital do Gaúcho

    No dia 10 de outubro o Conservatório Adventista Musical de Taquara – CAMTA proporcionou uma noite gaúcha com diversas músicas que homenagearam o Rio Grande do Sul em várias modalidades: canto, instrumentos, musicalização infantil.

    Por: Juliana Prado

    “Eu Sou do Sul, é só olhar para ver que eu sou do Sul”, de autoria de Elton Saldanha, é praticamente um hino do Rio Grande do Sul. A letra foi composta com a finalidade de mostrar as muitas culturas do estado e as suas peculiaridades. E foi nesse clima gauchesco que o recital do dia 10 de outubro homenageou o Estado do Rio Grande do Sul, e, pode contar com a participação de vários alunos do Conservatório Adventista Musical de Taquara – CAMTA, devidamente caracterizados com roupas usadas no Rio Grande, ou como diriam os gaúchos: pilchados!

    O repertorio musical foi exclusivamente com canções que compõem as tradições gaúchas, tais como: Hino ao Rio Grande, Canto Alegrete, Sou do Sul, Hino do Grêmio, Céu, Sol, Sul,Terra e Cor entre outras.

    As apresentações contaram com a Orquestras Jovem, Grupo de flautas, Grupo de Violões, Crupo de cordas, alunos de canto, além de musicalização infantil e outros instrumentos.

    Os recitais do CAMTA acontecem uma vez por mês, e para cada recital é proposto um tema. Deste mês o Recital Gaúcho, como o próprio nome já diz foi uma homenagem a semana da Farroupilha que mesmo sendo no mês de setembro, foi estendida para outubro.

    Para o professor de música Chrystian Gomes, a importância desses recitais são as evoluções dos alunos no âmbito da confiança, pois muitos se sentem inseguros e tímidos ao tocar em público, mas as aulas facilitam firmar essa confiança, e o desenvolvimento ocorre. “ Com a pratica eles vão ficando confiantes para tocar em público, e as aulas colaboram para o desenvolvimento e disciplina”, comenta o professor.

     

  • Fazendinha do IACS

    Fazendinha do IACS

    Fazendinha do IACS

    Através da interação com os animais e plantas, a Fazendinha do IACS, estimula o sensorial das crianças, cria hábitos saudáveis, e proporciona um ambiente educativo mais eficaz.

    Por: Juliana Prado

    Vivemos na era tecnológica, com um turbilhão de informações e muitos eletrônicos a disposição das crianças. E a maioria das crianças vive em cidades grandes, o que dificulta o acesso delas com a natureza. Como consequência, as crianças acabam crescendo sem uma relação mais próxima com as plantas, animais e o ar puro.

    Esse contato com a natureza oferece vários benefícios aos pequenos e permite que elaes possam crescer mais saudáveis e felizes.  Ter esse contato com a plantação de uma horta, e animais não tão comuns nas cidades grandes auxilia no desenvolvimento infantil.

    O Instituto Adventista Cruzeiro do Sul –IACS oferece aos alunos a oportunidade de aulas dinamizas e contato direto com os animais e uma horta que eles mesmo plantam e colhem algumas verduras ao longo do ano. Veja alguns benefícios que a fazendinha do IACS oferece aos seus alunos:

    O contato com a natureza estimula o sensorial

    Como as crianças tem um acesso fácil a aparelhos eletrônicos acabam passando muito mais tempo estimulando o visual, mas quando as crianças estão perto da natureza podem descobrir e perceber cores, texturas, estimulam o olfato. Entrar em contato com os animais colabora para essas percepções

    Estar junto a natureza estimula hábitos saudáveis

    Uma das preocupações mais frequentes tem sido a obesidade infantil, estar ao livre estimula a sensação de estar livre, que os permite á correr, brincar, explorar o ambiente e se movimentar de maneira geral. Todo esse estimulo colabora para que elas se exercitem evitando assim o sobrepeso.

    Um tempo junto à natureza melhora o entendimento do mundo

    Mesmo estando na era digital, muitas crianças alimentam- se com produtos industrializados e as vezes nem sabem de onde vem o alimento que consomem. Ter aulas ao meio ambiente expande os horizontes, faz com que os pequenos consigam entender melhor como o mundo funciona: de onde vem as frutas e verduras que eles comem nas refeições, de onde vem o leite que eles consomem diariamente, como é a rotina de alguém que não vive em uma grande cidade, entre várias outras coisas.

    Estar perto da natureza relaxa

    Estar em contato com a natureza relaxa e recarrega as energias. Ter aulas em meio a natureza é uma ótima maneira de relaxar o ritmo acadêmico sem perder a qualidade do ensino. Na fazendinha os alunos podem interagir com os animais e de uma forma lúdica, divertida e animada as aulas são benéficas e muito eficazes.

     

     

  • Aulas de Natação – Turno Integral

    Aulas de Natação – Turno Integral

    Aulas de Natação – Turno Integral

    Turno integral oferece aulas de natação e respeito as regras, trabalho em equipe, capacidade motora, controle respiratório, noção espacial, são alguns pontos trabalhos nessas aulas

     

    Por: Juliana Prado

    O Instituto Adventista Cruzeiro do Sul – IACS, proporciona aos alunos do turno integral do pré 4 ao 6° ano do ensino fundamental, aulas de natação infantil, um diferencial que complementa as atividades acadêmicas. A natação consegue trabalhar diversas funções do corpo ao mesmo tempo, fortalecendo a musculatura e melhorando a função cardiorrespiratória. É um ótimo exercícios para as crianças porque estão em fase de crescimento e colabora para o desenvolvimento de todas as estruturas do corpo.

    Veja abaixo alguns benefícios que a natação pode proporcionar para crianças:

    PREVINE A OBESIDADE INFANTIL

    Uma das formas de evitar a obesidade infantil é a pratica de exercícios, e a natação proporciona atividades para todo o corpo facilitando a queima de calorias.

    MELHORA A COORDENAÇÃO MOTORA

    Para nadar é preciso ter técnica e coordenação motora. Todo o corpo deve estar em sintonia ou não será possível sair do lugar. Esse estimulo contribui para melhorar a área motora do cérebro.

    AUMENTA AS DEFESAS DO CORPO

    Como as crianças ainda não possuem um sistema imune completamente formado, praticar exercícios físicos aumenta a produção de anticorpos.

    TRABALHA O SISTEMA CARDIORRESPIRATÓRIO

    Para nadar é preciso muito folego, e com a prática, tempo e as técnicas certas, a musculatura se fortalece e favorece até para redução de problemas respiratórios.

    DEIXA A CRIANÇA MAIS SOCIÁVEL

    Praticar  natação pode ser bem divertida, especialmente quando praticada com outras crianças da mesma idade. Além de melhorar a saúde, as aulas de natação proporcionam respeito as regras, trabalho em equipe, capacidade motora, controle respiratório, noção espacial, e é, um ambiente perfeito para fortalecer as amizades.

     

     

     

Pular para a barra de ferramentas