News

A Verdadeira Liberdade

Por: Pastor André Prado

Ah! Como é bom pensar na páscoa! Vejo as crianças ansiosas pela chegada desta data tão especial quando enfim poderão ganhar chocolate dos pais, avós, tios, amigos, etc. Tão ansiosos quanto ganhar chocolate é a reação deles no dia seguinte ao perguntarem aos amigos quantos ovos de chocolate ganharam e assim fazerem sua competição básica dizendo que um ganhou mais que o outro. Assim, páscoa vem e páscoa vai, alimentando nosso consumismo e também a centralidade de nós mesmos dia a dia.

O sentimento fraternal de presentear amigos e parentes com ovos de chocolate não deve ser de maneira alguma criticado, entretanto, precisamos  passar adiante o real significado desta data tão importante no calendário de cristãos e não cristãos.

A palavra páscoa que nos faz lembrar logo de um coelho que põe ovos de chocolate, vem de uma celebração que tem muito mais significado que isso. Ela nos remete à libertação do povo hebreu do cativeiro no Egito.

Assim como os hebreus celebram a libertação da escravidão, para os cristãos, a páscoa tem muito mais significado do que simplesmente ovos e chocolates. A páscoa, realmente, é uma celebração de libertação, e essa libertação é da escravidão do pecado.

Quando Cristo morreu nesta data tão simbólica, Ele estava trazendo uma outra realidade para a páscoa. A realidade de que n’Ele todos nós somos livres da condenação do pecado (Rm 8:1) e que através d’Ele todos nós podemos ter uma vida completamente liberta.

Infelizmente, alguns  de nós vivem presos a diversas coisas, alguns a sentimentos de culpa, remorso, mágoa, medo, etc. Outros vivem presos a pessoas, enfim, cada um de nós tem sua cápsula, sua prisão e a páscoa deve ser um lembrete de Deus a nós de que Ele nos libertou e  podemos viver leves e livres de coisas que nos prendem.

Sei que posso estar falando com alguém que está se sentindo preso a algo. O que prende você? No que se sente preso?

Cristo oferece hoje, nesta páscoa a oportunidade de lhe dar a verdadeira liberdade, pois Ele mesmo diz, “Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres” (Jo 8:36).

 

Pastor André Prado é pastor escolas do IACS.

Pular para a barra de ferramentas